Dicas de Saúde

Top 10 de alimentos para ajudar a tratar gordura no fígado

Você já ouviu falar em esteatose hepática, gordura no fígado ou doença do fígado gordo? Esse problema pode impactar negativamente todo o corpo. O fígado é uma glândula localizada no lado direito do abdômen, responsável por desintoxicar o organismo, produzir colesterol, sintetizar proteínas e armazenar glicose (o açúcar do sangue).

É o fígado que produz a bile, um composto que ajuda no processo de eliminação de toxinas e na digestão dos lipídios. A presença de um pouco de gordura no órgão é absolutamente normal. O problema é quando o nível de gordura ultrapassa o volume recomendado.

Se esse for o seu caso, é hora de consumir os alimentos corretos, indicados para eliminar a gordura do fígado. Veja lista com dez deles

  1. Limão: Limão e outras frutas cítricas contêm uma grande quantidade de vitamina C, um agente antioxidante com forte ação detox. Adquira o hábito de começar seus dias tomando um copo de água com o suco de um limão
  1. Gengibre: Muitas vezes, a raiz de gengibre é usada para emagrecer e tratar resfriados, mas seu efeito positivo sobre o fígado já é comprovado. A composição do produto inclui minerais e óleos essenciais que ajudam a melhorar a digestão, o trabalho do coração e vasos sanguíneos.

Além disso, o gengibre acelera os processos metabólicos, o que, por sua vez, permite remover toxinas o mais rápido possível. Os fitoquímicos encontrados no gengibre garantem a restauração das células do fígado e seu rejuvenescimento

  1. Beterraba: Este vegetal é útil tanto para o fígado como para o organismo como um todo. A beterraba contém vitaminas, ácidos orgânicos, oligoelementos e cobalto, que estão envolvidos na síntese de vitamina B12.

Esta última, combinada com o ácido fólico, permite ao organismo produzir mais glóbulos vermelhos. Outro componente da beterraba é betanina. Ela auxilia na quebra de proteínas e na criação de colina, o que aumenta a atividade das células do fígado.

Além disso, a ação da colina fornece ao corpo resistência à formação de tumores cancerosos. E promove a limpeza do fígado, dos rins e da vesícula biliar.

  1. Batata-doce: A batata-doce é boa fonte de fibras, vitaminas e energia. Além disso, ajuda a melhorar a elasticidade dos vasos sanguíneos, estimula o fígado e os rins. Ela também é útil ​​como um tônico geral.
  1. Cúrcuma: Conhecida também como açafrão-da-terra, ele contribui para a limpeza do fígado. O cúrcuma ativa a remoção de substâncias nocivas do corpo, impede a propagação de células cancerosas, mantém a pele jovem e fortalece o sistema imunológico.
  1. Cardo-mariano (Silybum marianum): Muitas pessoas não sabem que o cardo-mariano (uma planta cheia de propriedades e benefícios para o bom desenvolvimento e função do nosso corpo) é também um dos principais aliados no tratamento de doenças hepáticas e gastrointestinais.

A erva medicinal é usada na hepatite crônica, nefrolitíase, discinesia biliar, recuperação do fígado após o uso de drogas tóxicas e ainda na remoção de substâncias tóxicas do corpo – álcool, veneno de plantas e metais pesados.


As propriedades do cardo-mariano devem-se à função de hepatoprotetora, que atua em consequência ao seu alto teor de silimarina. Este último é um composto bastante instável, colapsando quando exposto a temperaturas acima de 60 graus.

  1. Raiz de dente-de-leão: Na raiz do dente-de-leão, estão substâncias como ácido málico, vitaminas, álcool, sais de potássio e cálcio. Ela é utilizada para tratar o fígado e a vesícula biliar. Tem um efeito positivo na excreção da bílis, aumenta o apetite e melhora as fezes.

Como o dente-de-leão tende a absorver substâncias nocivas do meio ambiente, é necessário coletá-lo apenas em uma área ecologicamente limpa, longe de estradas e fábricas.

  1. Chá verde: Esta bebida é rica em antioxidante chamado catequinas. Pesquisas revelam que o chá verde pode nos proteger contra algumas formas de câncer, incluindo o de fígado.

Você terá mais catequinas se preparar o chá e beber ele quente. O chá gelado ou já pronto (industrializado) tem níveis muito mais baixos de catequinas.

  1. Verduras e legume: Cenoura e repolho contêm uma grande quantidade de betacaroteno e flavonoides, que melhoram o funcionamento do fígado. Brócolis e couve-flor contêm glucosinolatos, compostos com enxofre, que ajudam a eliminar substâncias tóxicas e carcinogênicas.
  1. Amêndoa: Ela é uma boa fonte de vitamina E, que é ótima para prevenir o fígado gordo. Além disso, garante a saúde do coração. Portanto, coma um punhado sempre que sentir fome na hora de lanchar. Outra boa dica é acrescentar na salada.

Dica extra: Vitaminas A, E e B: Para melhorar o funcionamento do fígado, é necessário fornecer ao corpo as vitaminas apropriadas.

Para obter mais vitamina A, a dieta deve incluir frutas de cor laranja e vermelha e laranja: damasco, páprica, abóbora e, claro, beterraba e cenoura

A vitamina E pode ser fornecida por cereais (arroz integral, farelo de aveia), sementes de girassol, amêndoas e peixe (arenque, truta, cavala).

A vitamina B2 (riboflavina) é encontrada na couve, brócolis, repolho, agrião, ovos, carne e sementes de girassol. O ácido alfalipoico, que é encontrado na ervilha, levedo de cerveja e carne bovina, também será útil.