1 colher de chá por dia e você nunca terá dor muscular novamente. Simples, econômico e funciona a partir do seu primeiro uso

Quase todas as pessoas tiveram algum desconforto nos músculos em algum momento, tão freqüentes são as dores musculares.

Essas dores também podem envolver ligamentos, tendões e facsias, os tecidos moles que conectam os músculos, ossos e órgãos.

Estes dois ingredientes, canela e mel, combinados atuam como um poderoso anti-inflamatório ideal para tomar a manhã. Se adicionarmos gengibre a ele, você terá um remédio magnífico que permitirá que você mitigue e alivie a dor.

Propriedades dos ingredientes

A canela reduz a inflamação, combate bactérias, ajuda a controlar o açúcar no sangue e melhora a função cerebral. Também contém cálcio, manganês, ferro e fibra dietética. É conhecido por prevenir diabetes, melhorar a saúde cardíaca, a função cerebral e aliviar a artrite entre outras coisas.

O gengibre contém um composto anti-inflamatório chamado gingerol, que pode aliviar a dor das articulações, prevenir danos causados ​​por radicais livres, proteger contra o câncer de cólon e aumentar a imunidade. Também ajuda contra dor de garganta. Muitas vezes, é usado para aliviar a doença da manhã e a náusea.

Remédio para dores musculares

Ingredientes:

– Uma colher de gengibre fresco ralado

-Um copo de água

– Duas colheres de chá de mel

– Um pouco de canela

Preparação e modo de uso:

Coloque para aquecer a água. Quando estiver fervendo, retire-o do calor e adicione o de gengibre juntamente com o bastão de canela. Cubra o recipiente onde os ingredientes foram depositados e deixe descansar por cerca de 10 a 15 minutos.

Quando os 10 minutos se passaram, o chá de gengibre passa por um filtro para remover as peças grandes, você pode adicionar um pouco de mel para adoçá-lo e aproveitar os grandes benefícios que este ótimo chá irá trazer.

Este remédio deve ser tomado duas vezes por dia, 1 colher de chá até que a dor seja aliviada.

 Leia Também:
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.